Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

25/01/2021

Óleos essenciais x Essências: Conheça as diferenças

Você já ouviu falar sobre aromaterapia?

 

Esta técnica milenar está conquistando o mundo, mas para obter seu benefícios e não levar gato por lebre é fundamental conhecer um pouquinho mais sobre o processo de produção e venda dos óleos essenciais e das famosas essências aromáticas. 

 


Embora vendidos em recipientes semelhantes, existe uma grande diferença entre esses produtos, que vai desde o plantio da matéria prima até sua aplicação no dia a dia. 

 


Aromaterapia como caminho para a cura

 


A aromaterapia utiliza do reconhecimento neuro-olfativo para agir em nosso organismo, transportando as substâncias benéficas e específicas de cada planta para o cérebro, estimulando ou relaxando áreas que necessitam de cuidado naquele momento.

 

 

O processo de cura pela aromaterapia é consequência direta da ação dos óleos essenciais no organismo.

 

De maneira simplificada, podemos dizer que o óleo essencial funciona como um remédio natural ao corpo, proporcionando bem-estar e melhorando significativamente a qualidade de vida de cada pessoa.  

 

 

Contudo, é natural que muitos confundam as essências com os óleos essenciais a hora de aplicar a aromaterapia, não obtendo assim os resultados esperados.

 

Mas afinal, o que são as essências? 

As essências nada mais são que produtos desenvolvidos em laboratório, contendo matérias primas naturais e sintéticas tendo como objetivo emular o aroma de determinada fruta, planta ou algum cheiro específico.

 

Sua composição não conta com necessariamente com extrato do óleo original da planta, mas sim uma combinação de fragrâncias artificiais que simulam aquilo que reconheceríamos como um perfume natural. 

 

 

Ao contrário dos óleos, as essências não possuem propriedade de cura, tampouco agem no sistema olfativo para desencadear ações em nosso sistema nervoso.

 

Seu uso é meramente estético, mas fique tranquilo, pois o uso de essências não precisa ser descartado em sua rotina!

 


Como usar essências no seu dia a dia 

 


Se você acabou comprando essências para aromaterapia, não se preocupe, pois existem inúmeras maneiras de utilizar este produto, especialmente nos cuidados com a casa. 

 

 

Você pode pingar algumas gotinhas antes de passar o pano em um cômodo, por exemplo, ou produzir velas aromáticas com sua essência favorita.

 

Outra dica bacana é colocar a essência em plantas artificiais ou artigos de decoração de banheiro ou lavabos, deixando o ambiente sempre perfumado. 

 

 

Por que óleos essenciais custam mais caro que essências? 

 


Agora vamos falar sobre os óleos!

 

O preço dos óleos essenciais pode parecer assustador em um primeiro momento, mas para entender seu custo é fundamental conhecer o processo de fabricação. 

 

O óleo essencial propriamente dito é produzido através da extração de uma enorme quantidade de matéria-prima. 1kg de óleo essencial de rosas, por exemplo, é produzido com cerca de 3.500kg de pétalas da flor. 

 

No entanto, com a popularização da aromaterapia, a maioria dos óleos essenciais têm se tornado mais acessíveis.

 

 

Óleos como o de Capim Limão e Laranja Doce possuem suas matérias primas em abundância, portanto se tornam mais baratos ao consumidor. 

 


A importância das propriedades aromáticas para a aromaterapia

 


É preciso lembrar que somente os óleos essenciais possuem ativos que agem no nosso organismo através da aromaterapia, logo, o investimento se torna vantajoso, visto que o uso é sempre reduzido, pingando duas ou três gotas, e sua validade é extensa, durando mais de dois anos se conservado em local seco e longe da luz solar. 

 

 

Sem um óleo essencial, a aromaterapia torna-se apenas perfumaria, impossibilitando assim a efetividade da técnica ancestral que nos foi passada.

 

 

Faça o teste e perceba como os óleos essenciais podem transformar a sua vida de maneira leve e perfumada!